quinta-feira, 22 de julho de 2010

Depois de muito tempo sumido...

...Cá estou eu novamente postando ^^
Hoje postarei um poema que foi um dos primeiros que escrevi (dentre os que estão no meu livro), e que fala de um desejo constante na minha vida. Alguém aí sente saudades? Se sim, então esse é o poema pra você =p
Saudações poéticas!


Teletransporte

Vou virar cientista!
Juro que eu vou!
Vou estudar física e matemática
Mais tempo do que viveu meu avô!

Vou trabalhar pesado
Até que a minha energia se esgote
Pra poder criar minha própria
Máquina de teletransporte!

Maluco?
Maluquice a minha saudade!
A sensação de vazio
Que me toma toda tarde

Queria ir longe
E longe em vários lugares
Ver amigos de outras terras
De outras cidades, outros ares

Tem um vestígio de sentimento
Nas estradas já quentes
Pelo sol que me queima
E me lembra de muita gente

Que esse sentimento se estenda
Até onde o meu olho não vai
Pra chegar a quem tá longe
Minha irmã, meus amigos, meu pai

Pensando em alguém (sim, de longe)
Bateu saudade, carícia da lembrança
Lembrei da sua imagem sorrindo
Coisa que vem e me balança

E, pra minha surpresa,
Você me deu um alô
Dizendo que viu alguém estranho
Olhou pra ele e lembrou…

Lembrou de mim e deu notícia
Falando que a saudade mordia
Eu ri, porque descobri
O mistério da nossa sintonia

Se eu pudesse me mover
Sem ter que ver a estrada
Teria feito longas visitas
A quem disser que isso agrada

(…Putz, tem muita gente pra visitar…
E pouco tempo…)

Mas antes que eu morra de velho
Eu queria ver e rever
Quem eu vejo na memória
Nas memórias do meu viver

Antes que a minha visão se apague
E meu corpo entorte
Vou matar as minhas saudades
Usando o Teletransporte!


-Extraído da Obra "Confeitaria" de Tiago Veloso Neves. Todos os direitos reservados.

3 comentários:

DieChan disse...

AAAAh, adorei sua poesia, principalmente por voce ter escrito ela no site relembrando de ontem, no qual falamos sobre o assunto :) Chorei aki, rsrs, eh sim, mts saudades de amigos e parentes, mas se fosse pra fazer eu faria uma do tempo pra ver meu pai e amigos k ja se foram :) Continua escrevendo viu? Abraços ^.^

Luísa. disse...

Achei que você já tinha esquecido desse blog, hahaha.
Eu gosto desse poema. Quer dizer, quem nunca quis teletransporte, né?
^^

Ray disse...

adorei o poema =) "estou louca pra esse dia chegar, o dia em o teletransporte estiver provo pra vc poder visitar ^^"